Alistin

É um antioxidante fisiológico “universal”. Atua em diferentes alvos celulares, hidrofílicos e lipofílicos ao mesmo tempo, além de proteger o DNA e as proteínas da pele.

Alistin é um antioxidante fisiológico “universal”. Atua em diferentes alvos celulares, hidrofílicos e lipofílicos ao mesmo tempo, além de proteger o DNA e as proteínas da pele. Estas propriedades não são observadas com o uso de vitaminas C e E. Alistin é uma solução hidroglicólica estável de um pseudodipeptídeo sintético análogo a carnosina, porém muito mais estável e resistente à hidrólise enzimática. Além disso, fornece proteção fisiológica a pele, previne o envelhecimento precoce e mantém a hidratação da pele. Alistin apresenta efeito antiglicação significativamente maior em relação à Aminoguanidina e à Vitamina E.

Alistin tem ação amplificada em vista dos outros antioxidantes convencionais devido à sua capacidade bivalente de reduzir a forma peroxidativa dos lipídeos e de proteger as moléculas hidrofílicas (carboidratos, DNA), atua portanto, em alvos hidrofílicos e lipofílicos. Os sistemas enzimáticos da pele (proteases) hidrolisam os peptídeos naturais, tais como a L-Carnosina. Ao contrário do seu análogo carnosina, os pseudopeptídeos, e particularmente a carcinina, não são proteolisados pelas enzimas cutâneas. Como a carcinina não é inativada, via reações enzimáticas, ela possui uma bioatividade prolongada sobre a pele. Possui ação e período de vida estendidos, assim sua ação bioprotetora também é ampliada.

Mecanismo de ação
– Reduzir a peroxidação lipídica;
– Neutralizar os radicais livres;
– Impedir a glicação do colágeno (etapa do envelhecimento da pele).

Aplicação e benefícios
– Proteção fisiológica sobre a fase lipídica das membranas biológicas e do meio hidrofílico;
– Excelente resistência a degradação enzimática (ação prolongada e mais efetiva);
– Previne a oxidação degradativa da pele e preserva o sistema de defesa das células;
– Ação reversível sobre os danos causados na membrana celular (Reverse Effect), devido a ação similar a peroxidase dos lipídeos, desintoxica o hidroperóxido do ácido linoleico;
– Ação antiglicação, previne a ligação cruzada (cross-linking) das proteínas. Combate a propagação do estresse oxidativo das moléculas hidrofílicas, protegendo as enzimas e as proteínas.
– Atividade antioxidante de ação estendida;
– Impedir a glicação do colágeno;
– Ação antiaging;
– Ação restauradora e protetora ao tecido cutâneo;
– Aumenta a síntese de colágeno;
– Redução de rugas, flacidez e manchas.

A ação antioxidante da carnosina tem sido estabelecida in vitro. Demonstrou a capacidade do ALISTIN em limitar as reações oxidativas em um determinado compartimento celular. A ação antioxidante foi avaliada usando variações de malondialdeído (MDA), um biomarcador utilizado para avaliar produto tóxico do processo oxidativo. Resultados apontaram que ALISTIN gera efeitos protetores sobre a pele, tornando-a mais saudável.

 

Posologia:
O ALISTIN é uma solução hidroglicólica aquosa perfeitamente estável.
Pode ser formulado na fase aquosa sem nenhum tipo de restrição. Não possui incompatibilidades de conhecimento comum. Dosagem recomendada : 0,5 a 1,5 %.